Meu Notebook está Lento, o Que Fazer?

Seu notebook está lento e travando? Com a disseminação dos notebooks como ferramenta de trabalho, estudo ou lazer, também aumentam as situações em que o notebook deixa a desejar por seu desempenho.

Por vezes temos breves lentidões em usos específicos, por outras o notebook pode estar tão travando que nosso desejo é nos desfazermos dele.

Esse artigo tem como objetivo trazer a tona, e quem sabe ajudar a resolver, a maioria dos problemas associados a falta de velocidade em computadores portáteis.

O que fazer quando o notebook está lento ou travando?

1 – Verifique os softwares “embarcados” das fabricantes

Essa dica pode se dizer que é a primeira etapa que tomo quando compro um laptop novo.

Existem dois tipos de softwares das fabricantes do computador portátil que mais deixam o computador travado: os softwares que carregam logo que você liga o computador e os que ficam persistentes durante todo o uso do notebook (normalmente o que carrega de início também é persistente).

Ambos são incômodos. Para saber se a fabricante tem algum software rodando de forma persistente é só apertar CTRL + Alt + Del (no Windows) e verificar se um dos softwares que estão rodando tem o nome da fabricante.

Para resolver, verifique todos os possíveis softwares das fabricantes: “Samsung …”, “Lenovo …”, “Acer… “. Avalie se algum deles tem importância para suas atividades no notebook. Se esses softwares não são importantes (a maioria não é) remova-os que você terá um computador possivelmente mais rápido.

2 -Avalie se você realmente precisa de um antivírus

Toda vez que o computador é iniciado o antivírus procura softwares maliciosos, contudo para executar essa tarefa esse software utiliza o processamento e a memória do computador. Ou seja, deixa o computador mais lento.

Alguns antivírus também são persistentes (funcionam o tempo inteiro que o notebook está ligado) e isso acaba travando o seu laptop. Sempre que você acessa um site ele verifica se esse site não está na lista negra de sites, sempre que você executa um programa ele verifica a integridade desse programa.

Para usuários mais avançados, que sabem onde podem navegar, ficam longe de sites “piratas” e não abrem anexos sem ter certeza do conteúdo, terão risco baixíssimo em remover o antivírus. E com certeza a remoção do antivírus será muitíssimo benéfico para a performance do seu notebook.

Obviamente cabe a ressalva, os antivírus realmente podem ajudar a ter um ambiente mais seguro (em especial se você utiliza serviços bancários e não tem muita experiência com a internet), cabe a você identificar suas prioridades e tomar sua decisão em desligar ou não esse software.

3 – Identificar a existência de vírus de computador ou malwares

Sim, essa dica pode contradizer a anterior. Mas é fato que computadores infectados por vírus, malwares e trojans podem apresentar desempenho inferior. Isso sem falar nas brechas de segurança (imagine sua senha do banco na mão de pessoas estranhas).

Minha dica é: se você vê comportamentos estranhos no seu uso cotidiano, clica para abrir um site, mas abre outro; o mouse mexe com lentidão parecendo ir para o lado errado; janelas se abrem mesmo quando você navega em sites confiáveis. Então é a hora de você instalar um antivírus.

Veja que a dica está em você instalar um antivírus gratuito: Avast, AVG, Kapersky; rodá-lo até o momento dele passar por todos os arquivos do computador; e então remover do seu computador para ele não pesar.

Se você instalar o antivírus e ele identificar o vírus e remover o software antivírus ele não vai colocar o vírus de volta. Tome cuidado na hora de instalar o antivírus e não deixar ele instalar outros acessórios, como as barras do Chrome.

Agora, se quando você rodou o antivírus e ele encontrou muitos vírus, mais de 10 (ele indica o número e quais foram encontrados normalmente), talvez seja a hora de você adotar uma medida mais drástica como a formatação do notebook, que é a próxima dica.

4 – Formatar o notebook

Se seu computador, que usa Windows, está muito lento, existe grandes chances de estar infectado por muitos vírus, provavelmente está na hora de formatar seu computador portátil.

A formatação parece a solução mágica para quando o computador está dando problemas, mas não é bem assim, alguns vírus podem ficar ativos no computador mesmo após a formatação.

Ainda assim, essa é a maneira mais eficaz de remover vírus remover softwares que atrapalham o uso do notebook. Por vezes, temos softwares que instalamos apenas para testar e ele fica por toda a eternidade consumindo seu processador e memória.

Obviamente, para tal você deve fazer backup de dados que estão no HD e são críticos para seu uso: documentos, fotos e qualquer outro arquivo que possa por ventura precisar no futuro.

Além da chance de tirar programas desnecessários em computadores Windows você de quebra já pode fazer uma desfragmentação após a instalação do sistema operacional. O que nos leva à próxima dica!

5 – Desfragmentar o disco rígido

Computadores Windows utilizam um sistema de arquivos que alocam espaços do disco rígido, mas depois de um tempo os espaços que sobram no disco ficam separadas.

Isso faz com que um arquivo grande esteja divido em várias partes sobre o disco rígido. Dessa forma o leitor do disco tem que ir e vir sobre o disco de maneira muitas vezes desordenada, causando lentidão na leitura de arquivos.

Para tanto o Windows possui a ferramenta de desfragmentação, com ela o sistema operacional calcula os espaços necessários para ocupá-los de forma ordenada, melhorando drasticamente a performance de leitura de dados do HD.

Pode ser executado logo após a formatação, mas o ideal é que seja feita de forma recorrente (cada 3 meses) antes de ser notável a degradação da memória.

Veja que tal dica não funciona para quem possui discos SSD, já que para esse tipo de memória não se aplica a mesma forma de leitura dos dados.

6 – Troque de sistema operacional

Se seu notebook utiliza sistemas operacionais antigos: Windows XP, Vista, Windows 7 e 8.1; a troca de sistema operacional pode trazer grande vantagem.

Esses sistemas operacionais estão bastante defasados e o XP e o Vista já não possuem mais suporte da Microsoft, ou seja, se existirem falhas encontradas neles estas não serão corrigidas.

Se seu notebook veio com Windows 7 ou 8.1, talvez fazer o upgrade para o Windows 10 seja possível. Verifique os requisitos para saber se seu computador pode rodar este SO.

Se seu computador veio com XP ou Windows Vista, eu sugiro que você opte por um sistema operacional mais leve. Uma ótima opção é o Elementary OS (grátis), com essa distro do Linux você pode colocar uma aparência idêntica ao Windows, o que vai diminuir sua curva de aprendizado junto a esse novo SO.

Antes de optar por essa alternativa verifique se você possui softwares indispensáveis que só funcionam em Windows, se sim, avalie o ReactOS (também grátis), um sistema operacional de código aberto que possui compatibilidade com o Windows. Veja que este sistema operacional está em fase Alpha de testes, então podem haver falhas.

7 – Upgrade do HD por SSD

Trocar seu HD por SSD como tecnologia de armazenamento é uma das mais rápidas e eficazes formas de fazer um upgrade em seu computador.

As taxas de escrita e leitura do SSD são muito superiores as taxas que podemos obter com um disco rígido. Assim os benefícios mais importantes são quatro: o notebook liga mais rápido, a memória RAM fica mais livre, já que o acesso ao disco é mas rápido, o computador fica mais silencioso e aquece menos.

Tudo isso reflete em um grande ganho em performance no notebook. Sem falar que o silencio extra trás uma melhor experiência para quem usa.

Veja que você talvez precise de um case para colocar o SSD em seu notebook. Se você não tem experiência em mexer no hardware, cogite contratar um técnico para efetuar a troca.

Se essa é sua opção verifique os SSD disponíveis aqui, é fácil encontrar um SSD por menos de R$200,00 e assim já poder desfrutar desse benefício extra.

8 – Upgrade de memória RAM

O upgrade de memória é outra forma de obter maior velocidade. Nesse caso você sentirá impacto mais significativo se o no seu uso do computador você abre muitos softwares ao mesmo tempo ou muitas abas do navegador.

A troca pelo SSD é mais impactante que aumentar a memória. Mas esse incremento na memória RAM pode ser bem perceptível, em especial se seu computador possui menos que 8GB de RAM.

Outra questão é que para alguns computadores portáteis aumentar a memória RAM é mais fácil que trocar o HD pelo SSD. Você só precisa saber quais as características da memória atual e comprar outra com essas mesmas características, e.g.: 2133 MHz DDR4.

O pente memória RAM também pode ser encontrado aqui. São muitas opções e lembre-se de verificar qual o modelo adequado para você.

9 – Não resolveu? Troque de Notebook!

É amigo(a), sua antiga máquina não está mais funcionando como deveria. A opção mais viável é trocar por um notebook novo.

Por isso criamos o Meu Notebook, para ajudar você a encontrar os principais computadores portáteis do momento e comparar esses notebooks lado a lado, para assim ter uma visão clara de qual é o melhor negócio para você.

Você pode até comparar com seu antigo laptop e assim ver o quão benéfica será a troca por esse novo aparelho. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *